Irmãos de Fronte

Irmãos de Fronte
PROGRAMAÇÃO - WRCM - Programa Apocalipse

sábado, 8 de junho de 2013

#Aamon Postando Para os Reais guerreiros !ave


Horda:Escaravelho do Diabo
País:Brasil
Gênero:Black Metal
Localidade:Araguari,MG



Escaravelho do Diabo

Saiba mas Sobre a Horda "Escaravelho do Diabo"

Horda criada no infernal ano de 2001.
Abordando temas fortes e verdadeiros, que retratam a podridão humana e o
ANTI-CRISTIANISMO.
Seus hinos emanam ódio e depressão .
Com a proposta de resgatar o Metal Negro tradicional e executar um som Profano  e crú.
Influenciados pelo verdadeiro metal!

Guerreiros
Escaravelho – Bateria
Malfeitor – Guitarra
Lunatico - Vocal




DISCOGRAFIA
Só os Verdadeiros Sobrevivem Demo 2003


1. Invocação Profana (intro)

2. Sente a Decadência  

3. O Último Lamento  
4. Crânios Cremados  
5. Só os Verdadeiros Sobrevivem  
6. Blasfêmia


Profane Force Underground III-Ao Morto Live album 2005


1. Intro/Preludio ao Suicidio  

2. Anti-Deus  

3. Seprucal Voice (Sodom Cover)
4. A Era da Besta  
5. Hans Siste Vinter (Darkthrone Cover)
6. Só os Verdadeiros Sobrevivem  
7. Blasfêmia


A Era Da Besta Demo 2007

1. Prelúdio Ao Suicídio  
2. A Era Da Besta  
3. Abismo Negro  
4. Anti Deus  
5. Rituais De Guerra  
6. Morte Aos Cristãos

  O Mundo dos Diabólicos! / Força, Honra e Vitória! Split 2011
Uma grande aliança com a horda 
Lua Negra



1. Lua Negra - Morte e Destruição  

2. Lua Negra - Extremo Limbo Infernal  

3. Lua Negra - A Hierarquia Infernal  
4. Lua Negra - A Lenda de Lusbel  
5. Lua Negra - Ocultas Trevas Sinfônicas  
6. Escaravelho do Diabo - Força, Honra e Vitória!  
7. Escaravelho do Diabo - Hino de Blasfêmia
8. Escaravelho do Diabo - Sangue Negro  
9. Escaravelho do Diabo - A Queda do Cristianismo
10. Escaravelho do Diabo - Escuridão Mórbida
11. Escaravelho do Diabo - Em Nome do Triunfo
12. Escaravelho do Diabo - Oferenda a Trindade Infernal


Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook




#Aamon posta um projeto do Rio De Janeiro

Horda:Old Throne
País:Brasil
Gênero:BLACK METAL
Localidade:Nova Friburgo - Rio de Janeiro 







Saiba Sobre uma Das Maiores Bandas De Black Metal Do Brasil Hail


Old Throne é uma One Man Band de Black Metal fundada em Março de 2007 por Fernando Count Old na cidade de Nova Friburgo (Rio de Janeiro - Brasil). 

As temáticas do Old Throne abordam: Anti-Religião, Ateísmo, Ódio, Honra e Guerra e suas raízes musicais são as bandas: Bathory, Burzum (old), Darkthrone (old) e Nargaroth.


2007
Em Março de 2007 é lançado o primeiro trabalho do Old Throne com a Demo “O ódio é só o que resta”. Essa Demo conta com: 5 faixas, 22 minutos e 55 segundos.

A Demo “O ódio é só o que resta” foi resultado de um teste que após ser editado acabou sendo lançada como o primeiro trabalho do Old Throne.

Esta Demo não tem as linhas de contra baixo, a sua bateria foi feita em um teclado e ficou disponível somente para download.

2008
No início de Julho de 2008 o Old Throne começa as gravações do seu segundo trabalho. Trata-se de um EP intitulado “O Black Metal jamais morrerá” contendo 5 faixas totalizando 29 minutos.

Esse EP foi lançado no formato CDr pelo selo Brasileiro Wulfensblut Productions.

2009
Em Março de 2009 o Old Throne começa as gravações de seu primeiro Debut intitulado “Eu me arrasto para o meu próprio abismo” e em Junho de 2009 as gravações de seu Debut foram concluídas, porém, o Old Throne ainda não estava contando com nenhum selo disposto a lançar esse material e logo ele teve que ser adiado para 2010.

2010
Em Março de 2010 o Old Throne lança o seu Debut “Eu me arrasto para o meu próprio abismo" pelo selo Costarriquenho “Viceral Vomit Records” com cópias limitadas em 150 Tapes e 150 CDr.

O Álbum do Old Throne “Eu me arrasto para o meu próprio abismo” também contou com o apoio do Selo Português “Satanhades Productions” que lançou esse artefato no formato Tape limitado em 300 cópias com uma nova versão do encarte da tape.

2011
Em Abril de 2011 o Old Throne lança um novo trabalho intitulado “A raiz do destino funesto”. trata-se de um EP que foi lançado de forma independente limitado em 10 Cópias em CDr e 20 cópias em Tape e ficou restrito somente em solo Brasileiro.

A versão CDr do EP “A raiz do destino funesto” conta com 3 faixas totalizando um pouco mais de 11 minutos. Duas dessas faixas já estavam gravadas desde 2009 que são: A raiz do destino funesto e Eternas saudações e a Intro desse EP foi gravada em Abril de 2011 e a versão Tape contém uma faixa bônus “Brincando com a morte”.

Esse EP é dedicado aos verdadeiros Guerreiros do Black Metal Brasileiro que sempre apoiaram o Old Throne.

Também em Abril de 2011 o Old Throne em uma parceria com o Selo Ucraniano “Depressive Illusions Records”, relança o seu segundo trabalho “O Black Metal jamais morrerá - EP 2008” no formato Tape limitado em 100 cópias.

2012
Em Abril de 2012 o EP "O Black Metal jamais morrerá" foi relançado no Brasil de forma independente. Essa versão do EP "O Black Metal jamais morrerá" teve uma nova versão do encarte, ficou limitada em 20 cópias numeradas a mão e foi lançada devido a grande procura dos guerreiros Brasileiros que apoiam o Old Throne e não tiveram a oportunidade de adquirirem a versão anterior que foi lançada na Europa pelo selo "Depressive Illusions Records" pois, devido a pouca quantidade que ficou disponível no Brasil rapidamente foi esgotada.

2013
Em Março de 2013 é lançado no Brasil o 1º álbum do Old Throne "Eu me arrasto para o meu próprio abismo" pelo selo Metal Negro Produções com cópias no formato Tape, com uma nova versão do encarte, com uma faixa bonus "9- Carne e ossos" e em cópias ilimitadas. Este álbum foi lançado inicialmente em 2010 pelo selo Viceral Vomit Records e foi lançado na Europa pelo selo Satanhades Productions.

Atualmente o Old Throne está na fase de pré produção do seu segundo álbum que levará o nome de “O novo mundo pagão” e será lançado pelo selo Brasileiro Corvo Records.

Visite o Myspace oficial do Old Throne e escute algumas faixas que estarão nesse novo álbum: www.myspace.com/countold ou visite a página do Old Throne no Facebook: www.facebook.com/oldthroneoficial


Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook

#Aamon Agora uma desgraça Brasileira

Horda:Blackthorny
País:Brasil
Gênero:Black Metal
Localidade:São Paulo

   
BLACKTHORNY









Guerreiros
Magnus Hellcaller - Todos os instrumentos e Programação
Tristenius Von Doom - Vocais e Vozes Sinister






DISCOGRAFIA
Profane Crown of Thorns EP 2011

  1.   The Omen of Bastard Christ
  2. Black Legions Will Come
  3.  Conclave of Warlocks              
  4. March to the Armageddon  
  5.    From the Red Sky Falls...       






Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook

sexta-feira, 7 de junho de 2013

#Aamon Reais Infernais

Horda:Vinterthron
País:Brasil
Gênero:Raw Black Metal
Localidade:Carlos Barbarosa,RS
Contato:Http://www.myspace.com/vinterthron
ConteúdoRetirado 
(tenhomaisdiscosqueamigos.virgula.uol.com.br)




       




Entrevista com a banda de Raw Black Metal Vinterthron


Há algum tempo atrás eu tive a oportunidade de conhecer um dos mais interessantes nomes do Black Metal Nacional, a Vinterthron, que lançou em 2008 o seu álbum “Reign Ov Opposittes” em CD digipack de luxo e em LP 12” e 180 gramas. Leia na entrevista a seguir com M. que nos fala de temas como a composição do álbum, as letras da banda e os próximos lançamentos.
Tenho Mais Discos Que Amigos – A Vinterthron iniciou seus trabalhos em 2004 com vários membros oriundos de importantes bandas do cenário metal nacional. Como foi o nascimento do grupo e a escolha pelo Raw Black Metal?
M - Na realidade o nome Vinterthron foi criado em 2007 que foi o ano de seu nascimento como banda de verdade, pois antes levava o nome ANCIENTBLOOD (2001), onde era apenas um projeto no qual eu gravava todos os instrumentos sozinho e lançava materiais sem qualquer compromisso ou contrato com selos e distribuidoras. Esse Black Metal direto, simples e minimalista sempre fez parte dos meus trabalhos como uma espécie de diretriz, porém obviamente não foram em todas as bandas que tive a oportunidade de ter um foco tão grande nessa linha de composição. Foi uma escolha natural! Com o Ancientblood/Vinterthron sendo algo mais descompromissado, fiquei extremamente livre e encorajado para fazer o tipo de som que eu realmente queria! Underground, crú, sujo e com aquele clima de “má-produção” presente nas gravações das bandas de Black Metal da escandinávia do início dos anos 90.
TMDQA – Quais são as principais influências de vocês? Li críticas que os comparam ao Darkthrone antigo, vocês concordam com isso?
M – Tenho bastante influência do velho e bom Darkthrone e Burzum, então devo concordar com o que as críticas dizem. Essas são nossas principais influências eu diria, mas eu poderia ainda citar bandas como o Bathory, Mayhem e Immortal, além também de alguma influência que vem do nosso gosto pelo Thrash Metal alemão e americano dos anos 80.
TMDQA – Porque o nome Vinterthron?
M – Como já disse no começo da entrevista, o nome anterior era ANCIENTBLOOD, que significa “sangue antigo” – uma referência explícita e direta aos primórdios do Black Metal escandinávo. Porém muitas pessoas estavam ligando o nome a uma conotação racista, além de termos encontrado outras bandas com o mesmo nome lá fora. Tudo isso acaba dificultando um pouco o trabalho, então quando houve a possibilidade de tornar este projeto uma banda de verdade, acabamos optando por também fazer a mudança de nome. VINTERTHRON é um nome germânico e significa “Trono Invernal”. Optamos por este nome pois todos da banda estão muito ligados ao clima invernal passado pelas antigas bandas de Black Metal, como também por termos algumas raízes germânicas em nossas famílias. Então dentre a lista foi o que melhor soou e se encaixou na proposta.
TMDQA – Quando pessoas não ligadas ao meio Black Metal tem algum contato com músicas desse gênero, costumam pensar que todos são idólatras do Satanismo. Por favor, fale um pouco sobre as letras do Vinterthron e também da relação do satanismo com a música de vocês.
M – Não considero o Vinterthron uma banda satânica. Temos sim em nossas letras elementos calcados na base do satanismo moderno, no qual a palavra “Satã” representa revolta e oposição! Temos uma visão bastante pessoal sobre isso e acreditamos que a palavra “Satã” represente apenas uma linha de pensamento na qual nos motiva a se opor contra qualquer dogma do cristianismo ou religião falida equivalente. Somos uma banda exclusivamente anticristã tentando alertar as mentes mais abertas a terem suas próprias escolhas sem se ajoelhar a qualquer entidade religiosa. Nossas letras falam disso através de uma atmosfera apocalíptica de guerra, terror e aniquilação do vaticano!!!

TMDQA – O álbum “Reign Ov Opposites” impressiona pela qualidade e maturidade de suas composições. A sonoridade crua e as vezes depressiva das músicas chama a atenção. Como foi o processo de composição do disco?

M – Sempre procuro fazer tudo “ao vivo”. Gosto de ter essa liberdade na hora de gravar e é geralmente como é feito! Entro em estúdio com algumas idéias de bases e batidas, faço todos os experimentos e procuro sempre manter o mais simples e direto possível, sem colocar obstáculos na criatividade. 80% das músicas nascem no estúdio na hora de gravar! É quase como um improviso e soa bastante natural, o que é importante pra mim. Então tudo isso varia de acordo com meu estado de espírito e claro, influências de bandas que eu esteja ouvindo naquele período. A única coisa que temos realmente 100% finalizado antes de entrar no estúdio são as letras.
TMDQA – Quanto tempo o álbum levou pra ser gravado? Fale-nos um pouco do processo de Gravação.
M – Geralmente o processo já no estúdio é bem rápido. Em torno de 30h divididas em 3 ou 4 dias de gravação, sem contar com a parte de mixagem e masterização que é feita a parte disso.
TMDQA – “Reign Ov Opposites” saiu em CD digipack e em Vinil 12″ 180 gramas com uma arte gráfica muito bonita e ainda com um poster. Todo o material impressiona pela qualidade e esmero. Vocês lançaram o álbum nesses formatos pensando nos audiófilos?
M – Sinceramente não lançamos música para essa nova era de consumo via Itunes. Claro que entendo que é uma “evolução” e também tem seus pontos positivos, principalmente para as bandas e público no quesito “promoção” e “divulgação”, mas nosso foco sempre foi fazer material físico, de grande qualidade, e nos dias de hoje tentando chamar a atenção oferencendo um material diversificado. Temos nosso álbum sendo vendido no Itunes e outras lojas virtuais de mp3, não vejo problema nisso visto que nos EUA e Europa realmente esse mercado tem tido retorno. Não sendo download ilegal já está muito bom!
Mas o que você fala na pergunta é uma grande verdade. Fazemos isso para quem realmente aprecia ter o material em mãos, colecionar, sentir o cheiro e tudo mais. Eu sou doente e certamente como o título do blog também tenho mais LPs do que amigos. Sou daqueles que tem 6 versões diferentes de um mesmo álbum e que preza pela qualidade do material, seja ele em CD ou Vinil. Por sorte tivemos uma grande parceria com a Ashen Productions e a Novus Ordo Diabolum, ambas da Austria, que nos proporcionou esse lançamento nesses diferentes formatos com grande qualidade. Aqui no Brasil infelizmente é muito improvável de se conseguir uma qualidade desse tipo em um lançamento underground e esse inclusive é um dos maiores motivos por estarmos assinados com um selo do exterior. Prefiro não ter uma boa distribuição do álbum no meu próprio país, do que te-la num formato monótono e sem qualidade.
TMDQA – Em que países “Reign Ov Opposites” foi lançado? Quais selos/gravadoras estão trabalhando com vocês nesse momento?
M – Foi lançado apenas na Europa em CD, Digipack e LP. Com distribuição nos EUA e no Brasil através da Höllehammer. Atualmente nosso selo principal é a Ashen Productions da Austria.
TMDQA – Vemos que a venda da música em formatos físicos tem caído constantemente, principalmente por conta da transferência de arquivos pela internet. Porém, a impressão que tenho é que fãs de metal continuam comprando os formatos físicos dos álbums. Vocês percebem isso também?
M – Tenho a impressão de que já foi pior, mas obviamente ainda é enorme o número de pessoas que fazem o download ilegal de material pela internet. Posso estar enganado, mas sinto que a cada ano mais e mais fãs de metal tem se conscientizado em relação a isso e priorizado a compra de material físico e legalizado. Claro que existe uma parcela de pessoas que nunca deixou de comprar, que é o meu caso e imagino que também o seu, e é isso que faz do Metal um gênero de música tão interessante, principalmente quando se trata de metal extremo no meio underground. Existe realmente uma valorização maior pelo material físico, pelas raridades, cópias limitadas e especiais… É um público fiel e isso é muito bom! Eu vejo certo tipo de pessoa se gabando por ter 3 HDs de 1TB cada cheios de Mp3 ou aquelas que até gostam de ter o físico, mas pirata, aquele queimado em CD-R, feito na gráfica da esquina, feio, de mau gosto, com vida útil de 10 tocadas. Eu simplesmente não entendo essa gente! Uma outra coisa que é importante deixar clara… Eu estaria sendo hipócrita de dizer que eu não baixo material na internet, claro que eu baixo. Mas pra conhecer e saber se eu realmente gostaria de ter tal material. Quando gosto a primeira coisa que faço é reservar um dinheiro para a compra do mesmo quando possível. Visto desta forma, a internet nos ajuda e muito. Quantos de nós, alguns 15 anos atrás, já não investiu em um LP sem conhecer o som e se decepcionou com o material? Muitos!!! Resumindo… Existem os pontos positivos e negativos de toda essa “revolução” musical na era da internet, mas o verdadeiro Metal está sempre acima de todas as barreiras, moda ou qualquer tipo de ditadura musical nos dias de hoje.
TMDQA – Vocês disponibilizaram um material especial em Fita-K7. Sei que no Black Metal é comum ocorrerem lançamentos nesse formato. A procura por esse tipo de material ainda é grande?
M – Na realidade esse material em K7 ainda não foi lançado, mas existem planos da própria Ashen Productions fazer o lançamento daqui alguns meses. Também como o viníl, apesar de estar retornando, a procura de K7 infelizmente é muito pequena, principalmente aqui no Brasil. Lá fora o LP e K7 no meio underground metal nunca deixou de existir, esteve sempre presente todos esses anos!

TMDQA – Como estão as vendas de “Reign Ov Opposites” até o momento?

M – Aparentemente muito boas! Aqui no Brasil já se encontra esgotado, a não ser camisetas e o LP que ainda tem algumas cópias disponível. Não temos muito controle sobre o que acontece fora do Brasil, mas segundo os selos o material tem recebido ótimas críticas e está sempre saindo.
TMDQA – E as tours. Algo agendado? Como estão sendo os shows? Já tocaram fora do Brasil?
M – Não somos uma banda que toca ao vivo. Cada um de nós tem sua própria vida profissional estabilizada, família, além de estarmos separados entre estados, então uma reunião para ensaios, pensando em ser uma banda ativa, é quase nula.
TMDQA – Alguma idéia para o lançamento do próximo álbum?
M – Estamos com 80% das idéias para o próximo álbum em andamento, mas creio que só para 2011 é que teremos condição de entrar em estúdio. O nome será “Devilution Heritage” e sairá novamente pela Ashen Productions.
TMDQA – O que mais podemos esperar da Vinterthron?
M – Temos um material “raro” retirado de gravações de ensaios ao vivo, pré-produções e músicas não usadas guardadas desde a época do Ancientblood. Algo direcionado as pessoas que realmente gostam da banda, pois é um material que não terá uma grande qualidade de produção, propositalmente. Esse material está sendo editado em CD pela Ashen Productions e tem previsão de lançamento no outono europeu, por volta de setembro/outubro aqui no Brasil.
TMDQA – Quero agradecer por essa entrevista e dizer que admiro muito o trabalho de vocês. Espero que a Vinterthron tenha vida longa e que nos brinde ainda com muitos lançamentos.
M – Eu que agradeço pelo espaço, suas palavras e apoio a música do Vinterthron. Muito obrigado!



Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook

#Aamon NEPHILIM

Horda:Nephilim
País:Brasil
Gênero:Raw Black Metal
Localidade:Arapongas, Paraná

Nephilim

Esse som é um manifesto contra a hipocrisia e a necessidade fútil de se cultuar religiões intolerantes e radicalistas, onde lobos (em pele de cordeiro) estão prontos pra te devorar.









 Discografia

Crush the Icons Demo 2011  









Failure EP 2013

1. Red Star 02:59  
2. Black Metal Blood 03:06  
3. Brown Dwarf 03:13  
4. Failure 04:07  
5. Land of Madness 02:49  
6. Evil Forces 03:41  
7. Anunnakill 02:47  
8. Destroying the Dogmas 02:17  
9. Code of Hammurabi 02:27  
10. I Hate Humans 01:53  
11. Magnetic Core 02:41  
12. The Emptiness 03:18  








Black Metal Blood Demo 2012

1. The Land of Madness  
2. Black Metal Blood  
3. Destroying the Dogma





    Crush  the  Icons Demo 2011
1. Crush the Icons  
2. Book of Suicide




  Pagina Da Zine online Curtindo Metal no  Facebook

#Aamon CASTIFAS

Horda:Castifas
País:Brasil 
Gênero:Black Metal
Localidade:RIO DE JANEIRO
Contato:http://www.myspace.com/castifasofficial
castifas@hotmail.com 
www.myspace.com/castifasoficial


CASTIFAS



Em meados de 1993, surge a Horda Castifas, cujos principais temas são satanismo e ocultismo. 
Membros:
HOERTEL VOCALS 
DEATHCULT GUITARS
KORZAAK VERKES BASS
M.KULT DRUMS


DISCOGRAFIA
  
Journey Through the Darkness Path Full-length 2009


1. Intro  
2. The Wicked Master of Souls  
3. Pure Evocation  
4. Into the Ceremonial Sodom  
5. Journey Through the Darkness Path  
6. The Mystic and Occult Son of the Moon  
7. Into my Somber Realm  
8. Immortal Feelings





Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook

#Aamon FORÇA E HONRA

Hail guerreiros querem divulgar suas hordas  na Fanpage Ou no Zineonline??
ZINE Online CURTINDO METAL?
E só mande material Para divulgação, PARA O E MAIL" 
Curtindo_metal@hotmail.com "
Este  e mail é Exclusivo Para Divulgações de Hordas e eventos Hail 



Requerimentos 

1-Nome da Banda
2- Fotos ou logo da Banda
3- Mídia " Link Youtube ou de download
4-Contato com a Horda
5- Localização De onde é a Banda
6- Opcional - Biografia da banda entrevista etc

"Link da Page " https://www.facebook.com/pages/Curtindo-Metal/458452247520983?ref=hl


obs. Qual quer tipo de lixo white metalcore essas Bostas Serão Deletas e não respondidas ! MORTE AO white  METAL

Zine Online Curtindo Metal
Curtindo_Metal@Hotmail.com

#Aamon LORD BLASPHEMATE

Horda:Lord Blasphemate
País:Brasil
Gênero:Black Metal 
Localidade:Natal-RN
Fecundado: 1992
Contato:http://www.myspace.com/lordblasphemate
contato@flamesrecords.com.br
Gravadora:Blasphemy Productions e Lux Ferre Distro



Membros
                                                    Hellhammer e Tormentor


Conteúdo:Retirado dos parceiros !(http://sepulchralvoicemetalfanzine.blogspot.com.br/) NEWS

A banda de Black Metal potiguar LORD BLASPHEMATE. liberou a nova composição 'Twilight of the Stone Gods' para download em seu blog. 
Esta nova composição estará presente no terceiro álbum da Lord Blasphemate, intitulado 'Ophiosophia,' que será lançado por meados do mês de junho pelo selo Blasphemy Records.
Acesse lordblasphemate.blogspot.com.br e efetue o download.




LORD BLASPHEMATE 
Dedicado a arte oculta e sua expressão musical. Uma expressão de nossa verdadeira identidade latente e adormecida, que clama despertar. A materialização de textos luciferianos, que nada mais deseja senão libertar. "só o conhecimento traz a liberdade".




Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook

#Aamon SHEDIM


Horda:Shedim
País:Brasil
Gênero:Black Metal
Localidade:Natal,RN
Fecundada:10 de dezembro de 1995
Contato:rufinocosta@yahoo.com.br
Page official: https://www.facebook.com/shedim666

Membros
Infernal - Voz e baixo
Belial - Guitarra
Hellfire - Bateria

Discografia
The Lord of this Land Demo 2000

1. The Dance of Seirim
2. Your Suffering  
3. The Lord of this Land
4. Morbid Pleasure
5. Diabolical Revenge




The Great Black Goat Demo 2004


1. The Great Black Goat  
2. Evil Light Invocation  
3. Wolves of Satan  
4. Kill Again the Nazarene  
5. Devilish Kingdom

Esta imagem  não é o capa da Demo 
Under the Black Vision Demo 1999


1. The Dance of Seirim  
2. Your Suffering  
3. The Lord of This Land  
4. Living in the Dark








Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook


#Aamon BEAST CONJURATOR



Banda:Beast Conjurator
País:Brasil
Gênero:Death Metal
Localidade:Recife,Pernambuco
Fecundado:Ano 2008
Contato:https://www.facebook.com/evilconjurations



OBS: Fui ao Show deles em Natal-RN este  ano  no evento V - THE RIPPER FEST
foi do caralho teve um pro com a Luz + os cara mandaram bem até no escuro, foda os cara se garante

Membros



The Dunwich Horror (a.k.a. Satyrizer) – Summoner of the Fourth Tentacle and Whisperer in Darkness

Sphynx (a.k.a. Opressor) – 666 Vibrations from the Abyss of Hades

C. Le Sorcier (a.k.a. Chakal Blaster) – Bestial Drums of Cthulhu Rites

Nyarlathotep - Pharaonic Obscure Distortions


Saiba mas Sobre A "Banda Beast Conjurator"  Hail 

Death Metal pernambucano influenciado por Sanctifier, Darkified, Absu, Massacre, Pestilence, Mortuary Drape, Possessed e Celtic Frost, abordando temas como ocultismo e mitologia, com forte inspiração em obras de Howard Phillips Lovecraft! Recentemente o grupo lançou seu primeiro registro, a Demo "The First Conjuration", contendo quatro músicas, dentre elas uma instrumental um cover para "Messiah" do Hellhammer.





Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook

quinta-feira, 6 de junho de 2013

#Aamon DISFORTERROR




Banda:Disforterror
País:Brasil 
Gênero:War Death/Black Metal
Localidade:Alterosa,MG
Contato:Vagner Warrior Impaler: lordofallterror@hotmail.com
  Duke Barbatos: barbattos@hotmail.com



                         Saiba mas Sobre "Disforterror"

Em Abril de 1993 - Anno Bastardi - emerge dos abismos infernais a peste insana,
desprezível sobre a nomenclatura de DISFORTERROR. 
Com o objetivo de espalhar um ruidoso kaos sonoro do mais puro Death/Black Metal.
Desferindo atos de blasphemias como: 
Black Thoughts of the Warriors - 1997 
Triumphant Way of the Gods War - 2000 
Unholy Attack of Malefic Kreation ...666 Satan’s March - 2004 
Warriors of The Morbid Moon - 2005 (Split 7” EP) 
Promo 2007 - Anno Bastardi (K7 limitada em 100 cópias)
Em 2008 com uma negra conjuração com o selo americano Nuclear War Now! Productions,
a horda lança seu debut álbum intitulado: Impalement and Holocaust Stench em LP/CD.
Outro pedaço holocaustico será lançado pelo selo Nocturnized Distro, sobre o título de:
Baphogoat Vomitando Fogo e Ácido, em K7 limitado em 666 cópias.
Essa execrável máquina de guerra forjada de metal satânico
prossegue sua marcha com os guerreiros abissais:

Vagner Warrior Impaler - Arrames Farpados do Inferno e Vokaos
Duke Barbatos - Tambores Malditos

“Somos os satânicos senhores da devastação, 
a raça humana curva-se a nossa negra supremacia,
seguimos os nefastos caminhos das trevas...”


Pagina Da Zine Curtindo Metal no  Facebook